FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA 30 e 31: Imagens internas do A§ougue Progresso...

download FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA 30 e 31: Imagens internas do A§ougue Progresso – impressos imitando

of 153

  • date post

    11-Jan-2019
  • Category

    Documents

  • view

    213
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA 30 e 31: Imagens internas do A§ougue Progresso...

1

FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA PROGRAMA DE PS-GRADUAO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL

MESTRADO

EXPERINCIAS DE GESTO DO PATRIMNIO CULTURAL E

DESENVOLVIMENTO REGIONAL EM IVOTI E PICADA CAF - RS

HAB AUF DER WELT, DIE SCHNSTEN STUNDEN

DOCH NUR IN MEINEM HEIM GEFUNDEN

EM TODO MUNDO, AS HORAS MAIS LINDAS

S ENCONTREI EM MINHA CASA

GABRIELA DILLY

Taquara / RS

2017

2

GABRIELA DILLY

EXPERINCIAS DE GESTO DO PATRIMNIO CULTURAL E

DESENVOLVIMENTO REGIONAL EM IVOTI E PICADA CAF - RS

HAB AUF DER WELT, DIE SCHNSTEN STUNDEN

DOCH NUR IN MEINEM HEIM GEFUNDEN

EM TODO MUNDO, AS HORAS MAIS LINDAS

S ENCONTREI EM MINHA CASA

Dissertao apresentada para obteno do ttulo de Mestre em Desenvolvimento Regional do Programa de Ps-Graduao em Desenvolvimento Regional Faccat Taquara-RS. Orientador: Professor Dr. Daniel Luciano Gevehr

Taquara/RS

2017

3

A cidade se embebe como uma esponja dessa

onda que reflui das recordaes e se dilata. Uma

descrio de Zara como atualmente deveria

conter todo o passado de Zara. Mas a cidade

no conta o seu passado, ela o contm como as

linhas da mo, escrito nos ngulos das ruas, nas

grades das janelas, nos corrimes das escadas,

nas antenas dos para-raios, nos mastros das

bandeiras, cada segmento riscado por

arranhes, serradelas, entalhes, esfoladuras.

talo Calvino, Cidades Invisveis

4

AGRADECIMENTOS

Agradecer sempre um momento importante, o reconhecimento de que nada

sabemos ou fazemos sozinhos perceber-nos como criaturas incompletas, em

constante construo, passveis de erros e acertos, filhos de Deus dentro de um

universo em constante dinmica. Agradeo ento por fazer parte dessa obra divina e

pela oportunidade que tive e continuo tendo de aprender sempre.

Meu parceiro nessa caminhada tambm foi ali colocado por Deus, meu

orientador professor Dr. Daniel Gevehr foi meu anjo iluminado, permitindo que eu

compartilhasse um pouco de seu conhecimento, sabedoria e humanidade, porque

sim, acreditem, ele domina a tcnica e a ternura. Muito obrigada pela oportunidade

do convvio e do aprendizado.

Agradeo tambm s avs dos meus filhos, cuidadoras deles nos meus dias

de aula e em muitas das horas dedicadas a essa dissertao, deixando meu

corao tranquilo. Em especial agradeo a minha me, Marlene, meu irmo

Reinaldo e minha av Ereda, eternos incentivadores das minhas iniciativas e

incansavelmente do meu lado em todas as situaes. Incluo ainda meu pai Neuri e

minha irm Mariana, que j avanaram uma etapa em suas jornadas, mas com

quem aprendi a encarar a vida com coragem e determinao, fundamentais para

concluir essa trajetria. Muito obrigada, eu sei efetivamente o significado da palavra

famlia por que vocs me ensinaram.

Aos meus colegas do mestrado agradeo pela partilha de ideias, e agradeo

mais aos que carrego no corao como grandes amigos para a vida toda: Larissa,

Vitor, Aline, Aline Nandi, Rosane e Fernanda. Sentirei sempre saudades de nossas

aulas e conversas.

Agradeo tambm a Capes e a Faccat, instituies atravs das quais pude

realizar o Mestrado e a todos os professores, tenham certeza de que com cada um

aprendi algo importante que compe esta pesquisa.

A Secretaria de Educao de Ivoti, na pessoa da Secretria Marlene Zilles e a

Prefeitura Municipal de Picada Caf, ao Secretrio de Educao Marcelo Marin e a

Prefeita Claudia Schenkel, agradeo pelo pronto apoio na busca das informaes

atravs da aplicao dos questionrios. Tambm agradeo a direo e coordenao

da EMEF 25 de Julho, pelo empenho na organizao de um horrio diferenciado

5

para que eu pudesse frequentar as aulas do mestrado. Muito obrigada, pessoas

sensveis que compreendem que o patrimnio cultural a alma de uma cidade.

Cristian e Matias, agradeo e ao mesmo tempo, peo desculpas, pelas horas

de ausncia e pelos pedidos de silncio para que eu pudesse me concentrar, o que

obviamente nem cogitaram a hiptese de atender, afinal so crianas e tem o

mundo pela frente. Fao isso justamente para deixar para vocs guris, um mundo,

uma cidade melhor para viver, com direito a memria e voz para todas as histrias.

Meu amor por vocs o combustvel das minhas inquietudes.

Agradeo tambm a todos meus amigos (e so muitos), simplesmente por

algo precioso chamado amizade.

Fica minha gratido a todos.

6

RESUMO

Patrimnio cultural muitas vezes visto como fator de entrave do desenvolvimento

de uma regio. Desmistificar a contraposio entre desenvolvimento e valorizao

do patrimnio cultural uma das proposies desta dissertao que tem como fio

condutor a busca por formas adequadas de gesto dos bens culturais, visando

qualidade de vida, crescimento econmico e direito a cidadania. Todo cidado tem o

direito a sua histria e ao convvio com os vestgios de sua memria. Partindo dessa

afirmao podemos concluir que a valorizao do patrimnio cultural a garantia de

um aspecto da cidadania, portanto dever de quem administra um municpio. A partir

da anlise de dois municpios do Rio Grande do Sul - Picada Caf e Ivoti a

pesquisa se prope a relatar e analisar as aes de gesto do patrimnio cultural,

observando sua qualidade a partir dos resultados obtidos. Esses resultados podem

ser vistos na valorizao deste patrimnio, retorno para a comunidade local atravs

de qualidade de vida e incremento econmico pela atividade turstica. A partir desta

anlise ousa-se sugerir um roteiro de gesto adequada do patrimnio cultural,

buscando otimizar os resultados dos investimentos, em grande parte pblicos, na

rea.

Palavras-chave: Patrimnio Cultural. Ivoti. Picada Caf. Desenvolvimento Regional.

Educao Patrimonial. Turismo.

7

ABSTRACT

Cultural heritage is often seen as a hindrance to the development of a region.

Demystifying the contrast between development and appreciation of cultural heritage

is one of the propositions of this dissertation that has as its guideline the search for

appropriate forms of management of cultural assets, aiming at quality of life,

economic growth and the right to citizenship. Every citizen has the right to his history

and to the conviviality with the vestiges of his memory. Starting from this affirmation

we can conclude that the valorization of the cultural patrimony is the guarantee of an

aspect of the citizenship, therefore the duty of who manages a municipality. Based

on the analysis of two cities of Rio Grande do Sul - Picada Caf and Ivoti - the

research proposes to report and analyze the actions of cultural heritage

management, observing its quality based on the results obtained. These results can

be seen in the valuation of this patrimony, return to the local community through

quality of life and economic increase by the tourist activity. From this analysis we

dare to suggest a model of adequate management of cultural heritage, seeking to

optimize the results of investments, largely public, in the area.

Keywords: Cultural Heritage. Ivoti / Picada Caf. Regional Development. Patrimonial

Education. Tourism.

8

SUMRIO

INTRODUO .......................................................................................................... 11

1 FERRAMENTAS CONCEITUAIS PARA A COMPREENSO: PATRIMNIO

CULTURAL E DESENVOLVIMENTO ...................................................................... 15

1.1 PATRIMNIO CULTURAL....................................................................................... 15

1.2 MEMRIA E IDENTIDADE ...................................................................................... 26

1.3 EDUCAO PATRIMONIAL .................................................................................... 28

1.3.1 Educao Patrimonial Transformadora ...................................................... 33

1.4 DESENVOLVIMENTO ............................................................................................ 36

1.5 PATRIMNIO E DESENVOLVIMENTO: APROXIMAES POSSVEIS .............................. 43

2 CENRIO DA PESQUISA: NARRATIVAS SOBRE A FORMAO DOS

MUNICPIOS DE IVOTI E PICADA CAF ................................................................ 48

2.1 NATIVOS ............................................................................................................ 48

2.2 IMIGRANTES ....................................................................................................... 50

2.3 IVOTI .................................................................................................................. 57

2.3.1 Patrimnio Cultural de Ivoti ........................................................................ 61

2.4 PICADA CAF ..................................................................................................... 70

2.4.1 Patrimnio Cultural de Picada Caf ........................................................... 73

3 FORMAS DE GESTO DO PATRIMNIO CULTURAL NOS MUNICPIOS DE

ESTUDO .....................................................................