Relatório de Auditoria do Balanço Patrimonial de 31 de ...· — Balanço Patrimonial de 31 de...

download Relatório de Auditoria do Balanço Patrimonial de 31 de ...· — Balanço Patrimonial de 31 de dezembro

If you can't read please download the document

  • date post

    11-Dec-2018
  • Category

    Documents

  • view

    214
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Relatório de Auditoria do Balanço Patrimonial de 31 de ...· — Balanço Patrimonial de 31 de...

Traduo juramentada do idioma alemo

Banco do Brasil Aktiengesellschaft, Viena

Relatrio de Auditoria do Balano Patrimonial de 31 de dezembro de 2017

4 de junho de 2018

KPMG Austria GmbH

Wirtschaftsprfungs- und Steuerberatungsgesellschaft

(Sociedade de auditoria comercial e fiscal)

14052679/1007302

'

Banco do Brasil Aktiengesellschaft, Viena

Relatrio de Auditoria do Balano Patrimonial de 31 de dezembro de 2017

4 de junho de 2018

2

n d i c e

Pgina

1. Contratao de Auditor Independente e realizao da auditoria 4

2. Breve exposio da situao geral da empresa 6 2.1. Evoluo dos negcios e gerenciamento do risco global 6 2.2. Mtodos contbeis e de avaliao 6 2.3. Situao econmica e financeira 7 2.4. Demonstrao do Resultado do Exerccio 14

3. Detalhamento do Balano Patrimonial 16

4. Resumo do resultado da auditoria 17 4.1. Notas explicativas referentes ao Balano Patrimonial e

desdobramentos 17 4.2. Informaes prestadas 17 4.3. Alteraes desfavorveis nas demonstraes financeiras e

prejuzos substanciais 17 4.4. Posicionamento em relao a fatos conforme 63, Inciso 3

da Lei Bancria Austraca e 273, Inciso 2 do Cdigo Comercial (declarao obrigatria do auditor contbil) 18

5. Termo de Aprovao 19

'

Banco do Brasil Aktiengesellschaft, Viena

Relatrio de Auditoria do Balano Patrimonial de 31 de dezembro de 2017

4 de junho de 2018

3

Lista dos Anexos

Anexo

Balano Patrimonial e Relatrio da Diretoria

Balano Patrimonial de 31. Dezember 2017 I

Balano Patrimonial de 31 de dezembro de 2017

Demonstrao do Resultado do Exerccio de 2017

Anexo relativo ao exerccio de 2017

Relatrio da Diretoria relativo ao exerccio de 2017 II

Outros Anexos

Representao geogrfica do Banco III

Balano Patrimonial de 31 de dezembro de 2017

Demonstrao do Resultado do Exerccio de 2017

Condies Gerais de Contrato IV

Aviso sobre arredondamentos

Na adio de valores arredondados e percentuais, podem surgir diferenas de

arredondamento, causados pela utilizao de meios de clculo automticos.

'

Banco do Brasil Aktiengesellschaft, Viena

Relatrio de Auditoria do Balano Patrimonial de 31 de dezembro de 2017

4 de junho de 2018

4

Aos membros da Diretoria e do Conselho de Superviso do

Banco do Brasil Aktiengesellschaft,

Viena

Ns realizamos a auditoria do Balano Patrimonial de 31 de dezembro de 2017 do

Banco do Brasil Aktiengesellschaft,

Viena

(doravante abreviada "Banco" ou Sociedade"),

e apresentamos o relatrio abaixo concernente aos resultados desta auditoria:

1. Contratao de Auditor Independente e realizao da auditoria

Na Assembleia Geral Extraordinria de 30 de novembro de 2016 do Banco do Brasil

Aktiengesellschaft, Viena, fomos eleitos auditores externos para o exerccio de 2017. A

Sociedade, representada pelo Conselho de Superviso, firmou conosco um Contrato de

Auditoria concernente auditoria do balano patrimonial de 31 de dezembro de 2017 sob

incluso das Demonstraes Contbeis e do Relatrio da Diretoria concernente situao da

empresa conforme os 269 e seguintes do Cdigo Comercial (UGB).

A sociedade auditada uma empresa de interesse pblico conforme o 43 Inciso 1a da Lei

Bancria austraca (BWG) em combinao com o 189a do Cdigo Comercial.

A presente auditoria abrange a verficao de que todos os preceitos legais foram observados

na elaborao das Demonstraes Financeiras Anuais e na conduo da Contabilidade. O

Relatrio da Diretoria deve ser verificado quanto sua consonncia com as Demonstraes

Financeiras Anuais e se os requisitos legais de elaborao do mesmo foram devidamente

cumpridos.

Mediante correspondncia de 30 de novembro de 2016 comunicamos a nossa contratao

autoridade de inspeo bancria.

Efetuamos a auditoria sob observao das prescries legais e dos princpios do

procedimento regular de auditorias de balanos comerciais vigentes na ustria. Estes

princpios requerem a aplicao dos padres de auditoria internacionais (International

Standards on Auditing ISA). Salientamos que a auditoria externa dever garantir, com

segurana satisfatria, a exatido das Demonstraes Financeiras. Entretanto, no possvel

alcanar uma segurana absoluta, visto que todo sistema de contabilidade e controle encerra

em si o risco iminente de erros, e uma auditoria baseada em amostragens tem o risco inevitvel

de que demonstraes incorretas, contidas nas Demonstraes Financeiras, no sejam

'

Banco do Brasil Aktiengesellschaft, Viena

Relatrio de Auditoria do Balano Patrimonial de 31 de dezembro de 2017

4 de junho de 2018

5

detectadas. A auditoria no se estende a atividades normalmente sujeitas a auditorias

especiais.

Realizamos a auditoria, com interrupes, no perodo de dezembro de 2017 (auditoria

preliminar) e de janeiro a junho de 2018 (auditoria principal), majoritariamente na sede da

Sociedade. Na data do presente relatrio, a auditoria foi materialmente concluda.

A responsabilidade pela consecuo regular dos trabalhos de auditoria coube ao Sr. Mag.

Bernhard Mechtler, auditor contbil. A direo geral da auditoria foi exercida pela Sra. MMag.

Christiane Besser.

Para a realizao da auditoria serviram-nos de base os livros contbeis, comprovantes

bancrios e demais documentos da Sociedade. As informaes e provas adicionais

necessrias foram-nos prestadas pela Diretoria e funcionrios competentes da Sociedade.

Nossa auditoria fundamenta-se no contrato de auditoria firmado com a Sociedade, o qual se

rege pelas "Condies Gerais de Contratao de Auditorias Contbeis" publicadas pela

Cmara dos Fiis Depositrios Comerciais (Anexo IV) e que constituem parte integrante do

presente Relatrio. Estas condies gerais de contratao no so somente vlidas entre a

Sociedade e o Auditor Externo, como tambm perante Terceiros. Quanto nossa

responsabilidade civil como auditor bancrio perante a Sociedade e perante Terceiros

remetemos ao 62a da Lei Bancria Austraca (BWG) em conexo com o 275 Inciso 2 do

Cdigo Comercial (UGB).

Aqui, remetemos ao Anexo ao Relatrio de Auditoria segundo o 63, inciso 5 da Lei

Bancria, bem como ao relatrio adicional enviado ao Comit de Auditoria conf. o artigo 11 da

Diretiva (UE) n 537/2014; o relatrio seg. o artigo 11 da Diretiva mancionada no objeto do

presente Relatrio de Auditoria.

'

Banco do Brasil Aktiengesellschaft, Viena

Relatrio de Auditoria do Balano Patrimonial de 31 de dezembro de 2017

4 de junho de 2018

6

2. Breve exposio da situao geral da empresa

2.1. Evoluo dos negcios e gerenciamento do risco global

O prejuzo declarado do exerccio de 2017 perfaz EUR -60,7 milhes e resulta primordialmente

da dotao de provises para risco de crdito procedentes das provises especficas nas

sucursais da Itlia e Espanha, no valor de EUR 57 milhes, bem como da implementao de

um mtodo de provisionamento baseado no prejuzo e, com isso, um incremento das provises

no valor de EUR 8,6 milhes. As causas que conduziram ao resultado negativo do exerccio

so elucidados no Relatrio da Diretoria (Anexo II).

A cobertura do completo porflio de crdito com garantias de 33 %. Na ustria, a parte

preponderante do Exposure est garantida por depsitos a vista e Standby Letters of Credit da

matriz Banco do Brasil S.A., Brasil, alm de uma garantia brasileira soberana (a cobertura da

garantia perfaz 83 %). Via de regra, as concesses de crdito do Banco (inclusive as das

sucursais) so para empresas de grande porte que, em parte, so lderes de seu segmento de

mercado. Em virtude da restrio de grandeza (limite para grandes crditos), o Banco est em

condies de cobrir apenas uma parte do volume relativa a essas empresas, razo pela qual os

crditos tm a subparticipao da matriz, ou ento so, (ou foram principalmente no passado)

sindicados pela participao de outros bancos. A respectiva situao de competio dessas

empresas o motivo, pelo qual o nvel de garantia, a nvel do banco em geral, relativamente

baixo.

No exerccio de 2017, houve uma auditoria do OeNB (Banco Nacional Austraco), nos termos

do 70, Inc. 1, Item 3, BWG (Lei Bancria Austraca), focada no controle do risco bancrio

geral e no risco de inadimplncia de clientes. O relatrio de auditoria do OeNB datado de 12

de setembro de 2017 contm 23 constataes no mbito do risco inadimplncia de clientes,

19 constataes relacionadas ao controle do risco bancrio geral e 2 quanto ponderao

geral de constataes relevantes. Do total de 44 constataes, 19 se referem a suspeitas de

violao da lei no sentido do 39 da Lei Bancria Austraca e outras leis correlacionadas.

Das constataes relacionadas ao risco de inadimplncia de clientes e de controle do risco

bancrio geral, sete ainda se encontraram na fase de implementao na data de encerramento

da auditoria, sendo que esta dever estar completamente concluda at o final do exerccio de

2018. Uma elucidao detalhada do status da implementao encontra-se no Anexo ao

Relatrio da Diretoria (AzP).